Whatsapp (21) 98858-1573(21) 2775-9056

Conheça tudo sobre Janelas Acústicas e Janelas Antirruído do Rio de Janeiro

Confira

Janelas Acústicas no RJ - Qual a sua Importância?

Janelas Acústicas na hora certa de sua vida!!

 

No mundo moderno e movimentado como hoje e em nossa cidade o Rio de Janeiro com suas belezas e vantagens que nenhum outro lugar possui é maravilhoso, mas fica livre de seus incômodos sonoros como o RUÍDO é um grande problema para pessoas sensíveis ao RUÍDO neste casos entramos com as nossas JANELAS ACÚSTICAS bloqueia a entrada do ruído em sua residência ou local de trabalho, evitando a doenças como, ESTRESSE, PERDA DA AUDIÇÃO, CANSAÇO EMOCIONAL E FISICO de sua família. Junto com novas tecnologias em janelas acústicas como o VIDRO ACÚSTICO AEROCLASS desenvolvido unicamente em nossa fabrica conseguimos atingir resultados que superam as expectativas de nossos clientes e com os custos mais acessíveis..Confira com um de nossos representantes

DATA 13/11/2014

JANELAS ACÚSTICAS Insuperáveis, com grande poder de isolamento

 

As Melhores Janelas Acústicas, Janelas Anti-Ruído no Rio de Janeiro

Acoustic Class

 

         Janelas Acústicas e Janelas Anti-Ruído refere-se a capacidade de certos materiais formarem uma barreira, impedindo que a onda sonora (ou ruído) passe de um recinto a outro. Nestes casos se deseja impedir que o ruído alcance o homem.     Normalmente são utilizados materiais densos (pesados) como por ex: concreto, aço, vidro, chumbo, Janelas Acústicas, Janelas Anti Ruido etc..

 

             A ABSORÇÃO ACÚSTICA trata do fenômeno que minimiza a reflexão das ondas sonoras num mesmo ambiente. Ou seja, diminui ou elimina o nível de reverberação (que é uma variação do eco) num mesmo ambiente. Nestes casos se deseja, além de diminuir os Níveis de pressão Sonora do recinto, melhorar o nível de inteligibilidade.    Contrariamente aos materiais de isolamento, estes são materiais leves (baixa densidade), fibrosos ou de poros abertos, como por ex: espumas poliéster de células abertas, fibras cerâmicas e de vidro, tecidos, carpetes, etc. Muitos destes materiais aplicamos dentro de toda a estrutura das Janelas Acústicas e Janelas Anti-Ruido

 

Praticamente todos os materiais existentes no mercado ou isolam ou absorvem ondas sonoras, embora com diferente eficácia. Aquele material que tem grande poder de isolamento acústico quase não tem poder de absorção acústica, e vice-versa. Alguns outros materiais têm baixo poder de isolamento acústico e também baixo poder de absorção acústica  (como plásticos leves e impermeáveis), pois são de baixa densidade e não tem poros abertos. Ex; o PVC,

 

Em outros casos Espumas de poliestireno (expandido ou extrudado) tem excelentes características de isolamento térmico, porém não são recomendados em acústica.  A cortiça (muito utilizada no passado) já não apresenta os resultados acústicos desejados pelo consumidor da atualidade, e também apresenta problemas de higiene e deterioração (é um produto orgânico que se deteriora muito facilmente).

 

            Cada recinto, conforme sua utilização, requer critérios bem definidos de Níveis de Pressão Sonora e de reverberação para permitir o conforto acústico e/ou eliminar as condições nocivas a saúde. Níveis de Pressão Sonora muito baixos podem tornar o recinto monótono e cansativo, induzindo as pessoas às condições de inatividade e sonolência. Para cada ambiente existe um tipo de estrutura de Janelas Acústicas e Janelas Anti-Ruido especifico, para uma melhor compro é aconselhavel uma visita de um tecnico para avaliação de qual modelo de Janelas Acústicas ou Janelas Ant-Ruido sera melhor para o seu ambiente

 

Janelas Acústicas, Janelas Anti-Ruído, As melhores do Rio de Janeiro

DATA 09/10/2014

 

 

SMAC - Secretaria Municipal de Meio Ambiente

CONTROLE DA POLUIÇÃO SONORA

 

Reclamações: Central de Teleatendimento 1746, funcionando todos os dias semana, 24h, inclusive domingos e feriados.

Um conflito ambiental

À medida que a cidade cresce, as queixas públicas relacionadas ao ruído tornam-se cada vez mais numerosas. No Rio de Janeiro, pelo menos 60% das reclamações recebidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SMAC, são relacionadas à incômodo sonoro. Esse percentual, em uma cidade com tantos outros focos potenciais de conflito ambiental, mostra com clareza a dimensão que a questão sonora ocupa junto a seus habitantes e sua importância para a determinação da qualidade do ambiente de seus habitantes.

 

Para a medição dos níveis de ruídos na Cidade do Rio de Janeiro são seguidas as determinações da Lei Municipal N.3.268 de 29/08/2001, alterada pela Lei N.3.342 de 28/12/2001, e, em especial, as do Decreto Municipal N. 29.881 de 18/09/2008 no seu Regulamento n.º 2 - Da Proteção Contra Ruídos. Os níveis máximos permitidos - medidos na unidade Decibel, dB(A) - são enquadrados por horário, diurno e noturno, e pelo Zoneamento da cidade. Assim, no período diurno (de 7:00h às 22:00h) os níveis tabelados são mais permissivos e no período noturno(de 22:00h às 7:00h) são mais restritivos.

 

 Obs: Nos Domingos e feriados o período diurno é considerado de 8:00h às 22:00h. Quanto ao Zoneamento(conforme tabela constante na legislação específica), as áreas residenciais, apresentam níveis máximos permitidos mais restritivos, assim como as áreas industriais, centros de bairro, de comércio, e turísticas, tem os níveis mais permissivos. As vistorias são realizadas nos períodos diurno e noturno, por engenheiros e arquitetos das GTRs, todos necessariamente tendo em sua formação, a cadeira de acústica.

 

É utilizado nas vistorias, o decibelímetro, equipamento de precisão para medição dos níveis de decibéis emitidos pelas diferentes fontes sonoras. Os decibelímetros utilizados por técnicos da SMAC são calibrados a cada vistoria e periodicamente aferidos e certificados pelo INMETRO.

Fonte: http://www.rio.rj.gov.br/web/smac/exibeconteudo?article-id=148006

 

Páginas: 1